APRESENTAÇÃO

Guia de Ruralidades Urbanas

Desenvolveu-se um Guia colaborativo de ruralidades urbanas. O processo incluiu o mapeamento de múltiplas cosmologias rurais, naturais, campesinas, inscritas em modos e práticas de plantio, cultivo, apropriação, construção, etc. Explorou-se a relação singular em Goiânia, de cidade moderna e estranhamente precoce frente a indícios de uma ruralidade arcaica. Expandiu-se a compreensão cartográfica a partir de noções como experiência, sensação, afetividade e temporalidades múltiplas.

PROGRAMA

DIA 1

Instalação gráfica para sensibilizar os participantes sobre o conceito de ruralidades urbanas. Debate sobre trechos de textos dos livros “Rua da Estrada” e “Vida no campo” e aprofundamento conceitual. Discussão sobre ferramentas e dispositivos para a pesquisa de campo. Saída de campo pelo bairro Setor Pedro Ludovico, fechando com a narrativa de olhos fechados do percurso e suas sensações/imagens de ruralidades urbanas.

DIA 2

Discussão sobre a pesquisa de campo da feira do Setor Pedro Ludovico, deslocamento da instalação gráfica, com mapas, objetos e produtos para a feira e ativação da pesquisa de campo a partir da pergunta quem é o feirante, e “quem é esse produto”. Pesquisa na feira com o uso de trocas, deslocamentos, conversas, observação e registro fotográfico. Partilha das diversas experiências e narrativas de ruralidades urbanas a partir dos sujeitos, produtos, espaços, objetos encontrados na feira. Início da discussão do projeto editorial do Guia de Ruralidades Urbanas.

DIA 3

A partir da projeção de imagens captadas no final da 2ª aula, iniciamos a construção de narrativas curtas, deflagradas pelas experiências particulares e compartilhadas no Setor Pedro Ludovico. Tais narrativas foram lidas e costuradas, gerando textos maiores e legendas para as fotos selecionadas para compor o Guia. Os textos trazem uma abordagem corporal, sinestésica, fantástica e imaginária, criando porteiras de entrada para o lugar. Neste dia iniciaram-se algumas experimentações plásticas em desenhos, dobraduras, colagens e recortes.

DIA 4

Debruçamos de fato sobre a materialidade do Guia. Desenvolvendo uma artesania digital, foram impressas imagens e feitas intervenções sobre estas, criando camadas de sentidos visuais. A partir da colaboração de todas e todos, foram selecionados, digitados e impressos os textos que acompanham as imagens. Desenhos foram digitalizados e impressos; pop-ups ganharam forma no manuseio das páginas deste volume artesanal. Após a elaboração da disposição das páginas e conteúdo em formato menor para análise da sequência e do volume como um todo, confeccionaram-se as páginas, que foram perfuradas e encadernadas manualmente em blocos, com costura aparente.

A equipe que conduziu o workshop

Carolina Fonseca

Guia de Ruralidades Urbanas

Laila Loddi

Guia de Ruralidades Urbanas

Pedro Britto

Guia de Ruralidades Urbanas